Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

reviews online ISSN 2175-6694

abstracts

português
Fernando Mungioli, Publisher, e Evelise Grunow, editora executiva, responsáveis editoriais pela revista Projeto, apresentam sua discordância em relação ao artigo de Fabiano Sobreira, publicado anteriormente neste mesmo número da revista Resenhas Online.

how to quote

MUNGIOLI, Fernando; GRUNOW, Evelise. Será mesmo o fim das revistas de arquitetura no Brasil? Resenhas Online, São Paulo, ano 19, n. 221.04, Vitruvius, maio 2020 <https://pop.www.vitruvius.com.br/revistas/read/resenhasonline/19.221/7736>.


Capa da revista Projeto n. 450
Imagem divulgação [Arcoweb]

Caros Fabiano Sobreira e Abilio Guerra,

Confessamos uma tremenda surpresa ao nos depararmos com essa chamada – um tanto sensacionalista –, nos perfis da Romano Guerra e do Vitruvius: “O fim das revistas de arquitetura no Brasil. A Projeto encerra suas edições impressas” (1). Surpresos pois estamos nesse momento, justamente, lutando de forma intransigente pela manutenção da revista Projeto (assim ela se chamou até 1996 e voltou a se chamar em 2016). Poderiam ter nos procurado, nos escutado talvez, ou no mínimo acompanhado minha carta aos leitores publicada na edição 450, ou o editorial de Evelise Grunow no novíssimo Anuário Projeto que circulou há menos de dois meses, ou ainda o próprio texto citado como referência na resenha supracitada, “A nova era da revista Projeto”, nos quais enfatizamos claramente que a revista se reinventa, se adapta, ora vejam só: se atualiza conforme o meios d e comunicação mudam, mas não acaba. Nem em sua versão impressa, muito menos em sua nova versão online.

Em um momento em que a classe arquitetônica – e principalmente os editores de arquitetura – devem se unir, enaltecer iniciativas corajosas e buscar caminhos conjuntos, achamos lamentável tanto a escrita, como a publicação da resenha. Não acabamos, e nem pretendemos.

Não apenas seguimos trabalhando numa revista que não acabou, a Projeto, como temos agora trabalho redobrado. Continuamos com a rotina de selecionar projetos para publicação, conversar com os arquitetos, projetistas complementares, visitar canteiro e cotejar projeto e obra para, então, escrever matérias (se isso não é jornalismo sério de arquitetura, com curadoria cuidadosa, não sabemos o que é) como ainda, nessa nova fase, se soma a tarefa de colocar no ar – para leitura remota – todo o acervo da revista. Ou seja, ao trabalho cotidiano que continuamos a fazer somamos a missão, a qual acreditamos ser de extremo valor, de disponibilizarmos digitalmente tudo o que já foi dito pela Projeto, por seus editores ao longo dos anos, equipes e colaboradores. Além de não termos ‘chegado ao fim’, estávamos aqui, disponíveis, para esclarecermos quaisquer dúvidas ou debatermos a questão. Muda a ordem dos fatores – a revista impressa como um filtro da digital – mas não muda a revista.

Não morremos! Importante esclarecer.

Lançamos – sem nenhum incentivo ou patrocínio –, há dez dias, uma nova plataforma online. Como já dito, um projeto para disponibilizar todo acervo histórico da Projeto, Finestra e jornal O Arquiteto, reformatado para leitura em qualquer tipo de tela. Serão ao todo mais de dez mil matérias, artigos, entrevistas históricas, acrescidos de conteúdo novo, atualizado regularmente, com o mesmo critério editorial que sempre tivemos e por ele fomos reconhecidos durante 43 anos, até o momento. Deixamos claro a leitores, eventuais ou assinantes, que não seria o fim da revista impressa, tanto que nossa última edição do tipo circulou há menos de dois meses, com recorde histórico de páginas (372), diga-se. Na resenha de Sobreira, além da incorreção sobre este fato (o fim das impressas), há uma ‘dúvida’ levantada, que nos parece puramente um crítica sem avaliação prévia, de que a nova plataforma online permitiria a mudança de projeto editorial, uma transição entre “a periodicidade crítica e o fluxo contínuo irrestrito” de informação. Mais uma vez, fosse o Sr. Fabiano Sobreira realmente um leitor da revista, poderia ter citado que a intenção – explícita em todos os nossos comunicados –, é justamente o contrário disso.

Em resumo, mais uma vez ressaltamos que lamentamos profundamente a publicação e o sensacionalismo contido na divulgação da mesma via redes sociais do Portal Vitruvius e da Romano Guerra Editora, e aproveitamos para convidar a classe a conhecer e assinar nossa nova plataforma online (há um material de divulgação, em anexo), continuar comprando as revistas impressas, e principalmente, a apoiar iniciativas como a nossa, de bravamente nos atualizarmos e resistirmos ao mercado tão hostil aos editores de arquitetura no Brasil.

nota

NE – A divulgação nas redes sociais foi suspensa, pois os editores do portal Vitruvius entenderam que a chamada, título e subtítulo não expressavam corretamente o conteúdo do artigo, dando margem à alegação dos editores da revista Projeto sobre o sensacionalismo presente na divulgação, que seguramente não foi nossa intenção. Nós publicamente nos desculpamos pelo ocorrido e avisamos aos leitores que houve a seguinte mudança do título e subtítulo, visando maior precisão em relação ao conteúdo: “O fim das revistas de arquitetura no Brasil. A Projeto Design encerra suas edições impressas” (original); “O fim das revistas periódicas impressas de arquitetura no Brasil”. Salientamos que nas suas duas décadas de existência, o portal sempre trafegou ao largo de interesses imediatos do jornalismo tradicional – “furos” e “reverberação imediata” –, afinal, o que pauta nosso trabalho paciencioso é o legado para o futuro. Demos espaço ao artigo de Fabiano Sobreira, muito respeitoso e elogioso ao papel da revista Projeto, pois compartilhamos do mesmo juízo do autor. Assim, ao entender que, no calor da hora, ele foi mal interpretado, mantivemos o artigo publicado no ar e tornamos nossa a frase que nos foi encaminhada pelo autor: “Meu texto é um elogio à importância da revista, e não o contrário. Trata-se do registro de um leitor, talvez saudosista (mas não desrespeitoso, pelo contrário), que lamenta o fim das revistas impressas periódicas”. A revista Projeto tem sido um canal de difusão da arquitetura de enorme importância ao longo das décadas e temos a certeza que seu corpo editorial conseguirá dar conta do novo desafio. O artigo em questão é o seguinte: SOBREIRA, Fabiano. O fim das revistas periódicas impressas de arquitetura no Brasil. Resenhas Online, São Paulo, ano 19, n. 221.02, Vitruvius, maio 2020 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/resenhasonline/19.221/7729>.

sobre os autores

Fernando Mungioli é publisher da revista Projeto.

Evelise Grunow é editora executiva da revista Projeto.

comments

221.04 revistas de arquitetura
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

221

221.01 língua

Basta! Sem essa de feiquinius

Para que neste 1º de Maio nossa história não se torne um grande 1º de Abril...

Sylvia Ficher

221.02 revistas de arquitetura

O fim das revistas periódicas impressas de arquitetura no Brasil

Fabiano Sobreira

221.03 livro

Uma narrativa ampliada sobre Brasília

Rafael Antonio Cunha Perrone

221.05 livro

Como nascem os crocodilos?

Vida e obra de Arrigo Barnabé segundo ele próprio

Felipe Melhado

221.06 livro

Paulinho da Viola: da melancolia e do amor

A genealogia do amor segundo Eliete Negreiros

Olgária Matos

221.07 livro

Prostituição, segregação urbana e direito à cidade em Campinas

João Soares Pena

newspaper


© 2000–2020 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided