Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

interview ISSN 2175-6708

abstracts

português
Danilo Miranda – gestor cultural e diretor do Sesc São Paulo – é entrevistado por Abilio Guerra, Marta Bogéa e Giovanni Pirelli no programa Transa Marieta, episódio 4.

how to quote

GUERRA, Abilio; BOGÉA, Marta; PIRELLI, Giovanni. Danilo Miranda, um intelectual a serviço do Brasil. Transa Marieta – episódio 4. Entrevista, São Paulo, ano 21, n. 082.07, Vitruvius, jun. 2020 <https://pop.www.vitruvius.com.br/revistas/read/entrevista/21.082/7792>.


Transa Marieta #4: Danilo Miranda, Silvana Romano, Abilio Guerra, Marta Bogéa, Caio Guerra, Giovanni Pirelli e Helena Guerra
Foto divulgação

Lançado em abril de 2020, o “Transa Marieta” – programa de entrevistas com personalidades da arte e da cultura contemporânea – busca manter ativa nesses tempos de pandemia e isolamento social as ações culturais do projeto Marieta, coletivo formado pela aliança entre a produtora Irmãos Guerra Filmes, a empresa de consultoria cultural Cactus e o portal Vitruvius (Romano Guerra Editora). Realizado em ambiente virtual, o Transa Marieta teve como primeiros convidados o escritor Milton Hatoum (1), o músico Arrigo Barnabé (2), e a arquiteta Erminia Maricato (3), todos com expressiva audiência.

No quarto episódio da série, o Transa Marieta recebeu Danilo Santos de Miranda, diretor regional do Sesc São Paulo desde 1984. O evento ocorreu no dia 22 de junho de 2020, com início às 18h30, com aproximadamente duas horas e meia de duração, e transmissão ao vivo via Facebook, na página do projeto Marieta (4). Com grande repercussão e participação do público, teve mais de 2.200 visualizações, 178 comentários e 41 compartilhamentos durante sua exibição. Agora, na íntegra, a entrevista está disponibilizada na plataforma Youtube e pode ser acessada no módulo 2 dessa edição da entrevista.

Autor bissexto de artigos e organizador de um livro importante sobre a relação entre ética e cultura (5), Danilo Miranda é reconhecido nacional e internacionalmente pelo trabalho que realiza à frente da instituição, onde ao longo das décadas tem priorizado a excelência da programação cultural e a qualidade arquitetônica dos equipamentos – as unidades Pompeia (Lina Bo Bardi), 24 de Maio (Paulo Mendes da Rocha/MMBB Arquitetos), Vila Mariana (Jerônimo Bonilha Esteves), Sesc Avenida Paulista (Jorge Königsberger e Gianfranco Vannucchi), Araraquara (Abrahão Sanovicz e Edson Elito), Pinheiros (Miguel Juliano), Santo Amaro (Edson Elito), Itaquera (Claudio Cianciarullo e Eduardo de Castro Mello, com adorável playground de Christina de Castro Mello e Rita de Cássia Vaz), para citar alguns projetos e arquitetos renomados –, que abrigam atividades artísticas, culturais, esportivas, pedagógicas e de lazer. Nos anos recentes a entidade tem promovido concursos públicos de arquitetura, ampliando o cartel de arquitetos na concepção de suas novas unidades (6).

Segundo Danilo Miranda, a cultura deve ser entendida de forma ampliada, com forte sentido educativo, entrelaçando o mundo das artes e do espetáculo à memória, à aprendizagem e à convivência. Para ele, “cultura e educação são duas facetas de uma mesma realidade”, como afirmou em 2019 na abertura do curso de gestão cultural promovido pelo Centro de Pesquisa e Formação do Sesc, unidade voltada à reflexão crítica e à produção de conhecimentos nos campos da educação, arte, gestão e mediação culturais, e que tem funcionado como ambiente de discussão da arte e da cultura, e como escola de excelência na formação de novos contingentes de gestores culturais.

A ideia de entrevistar Danilo Miranda era antiga e estava agendada para ocorrer dois anos antes, a ser publicada nesse mesmo espaço editorial – a revista Entrevista, do portal Vitruvius. A iniciativa de Abilio Guerra e Marta Bogéa era motivada pelos laços criados com a instituição e seu dirigente máximo durante os preparativos e realização da exposição Território de Contato, dividida em três módulos, e ocorrida em 2012 (7). Ao propormos o projeto expositivo que reunia arquitetos e artistas, argumentamos com Danilo Miranda que o Sesc Pompeia era o espaço ideal para abrigar a série de mostras. Concebido por Lina Bo Bardi, se tornou ao longo dos anos em lugar especial para os arquitetos paulistanos, por sua capacidade única de acolhimento das pessoas, finalidade primordial da arquitetura.

A entrevista originalmente concebida – e não realizada de imediato por dificuldades no agendamento e atribulações pessoais dos envolvidos – voltou à pauta graças à relevância do personagem envolvido, que se encaixava com perfeição no rol de entrevistados do programa Transa Marieta. O escopo original da entrevista, mais centrado nos aspectos arquitetônicos e institucionais das unidades do Sesc São Paulo, acabou servindo de base para os blocos 2 (“A instituição Sesc”) e 3 (“O Sesc São Paulo como promotor da boa arquitetura”) da entrevista. A situação atual do país – mistura explosiva de pandemia na saúde pública e pandemônio no governo federal – e da instituição Serviço Social do Comércio – ameaçada por interesses neoliberais manifestos pelo atual ministro da economia, nos motivou a dar uma maior abrangência à entrevista, focando também o homem e o intelectual que dirige a administração regional de São Paulo há quase quatro décadas. Assim, o primeiro bloco (“Danilo Santos de Miranda – retratos da formação”) e o último bloco (“Danilo Santos de Miranda – um intelectual a serviço do país”) tematizam a formação moral, ética e intelectual do entrevistado, que resultam em uma atuação exemplar, reconhecida e valorizada não só no campo da cultura, pois transcende para o âmbito geral da sociedade.

Para pautar a discussão, a entrevista contou com as participações de Marta Bogéa, arquiteta e professora, Giovanni Pirelli, produtor cultural, e Abilio Guerra, arquiteto, editor e professor. O roteiro de entrevista, dividido nos quatro blocos já mencionados, está publicado no módulo 3 dessa edição para que o leitor possa confrontar as pretensões iniciais dos entrevistadores e a entrevista realmente realizada, que encontrou seus próprios caminhos, tendo como guia a simpatia e inteligência do convidado. Isaura Botelho, consultora de instituições públicas e culturais, previamente escalada para a conversa, não pôde participar devido problemas pessoais. Contudo, nas conversas de preparação da entrevista, ela fez questão em nos lembrar que a atuação de Danilo Miranda dá amplo sentido à frase “só a cultura salva”.

Por fim, é fundamental agradecer aos Amigos do Marieta (8), pessoas que espontaneamente têm apoiado o centro cultural Marieta, impossibilitado no momento atual em desenvolver suas atividades cotidianas, portanto com dificuldades em manutenção de seu espaço.

notas

1
O primeiro episódio do “Transa Marieta”, com Milton Hatoum, ocorreu no dia 20 de abril de 2020, com início às 18h30, e está disponibilizado no portal Vitruvius: GUERRA, Abilio; MASSI, Augusto; BUSSIUS, Julia. Milton Hatoum: literatura em tempos de cólera política e pandemia de coronavírus. Transa Marieta – episódio 1. Entrevista, São Paulo, ano 21, n. 082.02, Vitruvius, abr. 2020 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/entrevista/21.082/7713>.

2
O segundo episódio do “Transa Marieta”, com Arrigo Barnabé, ocorreu no dia 12 de maio de 2020, com início às 18h30, e está disponibilizado no portal Vitruvius: GUERRA, Abilio; ROMANO SANTOS, Silvana. As mil faces do artista Arrigo Barnabé. Transa Marieta – episódio 2. Entrevista, São Paulo, ano 21, n. 082.04, Vitruvius, maio 2020 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/entrevista/21.082/7740>.

3
O terceiro episódio do “Transa Marieta”, com Erminia Maricato, ocorreu no dia 26 de maio de 2020, segunda-feira, com início às 18h30, e está disponibilizado no portal Vitruvius: GUERRA, Abilio; SAMPAIO, Celso Aparecido; WHITAKER, João Sette; RUBANO, Lizete Maria. Erminia Maricato, arquiteta, professora, gestora pública e ativista social. Transa Marieta – episódio 3. Entrevista, São Paulo, ano 21, n. 082.05, Vitruvius, maio 2020 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/entrevista/21.082/7757>.

4
Transa Marieta #4 – Danilo Santos de Miranda em conversa com Abilio Guerra, Marta Bogéa e Giovanni Pirelli, 22 jun. 2020 <www.facebook.com/projetomarieta/videos/291123398934810/>.

5
MIRANDA, Danilo Santos de (Org.). Ética e cultura. São Paulo, Perspectiva, 2004.

6
No último módulo da entrevista, na ficha técnica, o leitor poderá encontrar os diversos artigos e matérias publicadas nas revistas do portal Vitruvius, que tratam de projetos construídos e premiados em concursos promovidos pelo Sesc São Paulo.

7
O evento contou com o apoio de diversos funcionários da entidade, em especial de Elisa Maria Americano Saintive, à frente da unidade Pompeia naquela oportunidade. Exposição Território de Contato, curadoria Marta Bogéa e Abilio Guerra, Sesc Pompéia, de 24 de maio a 05 de agosto de 2012. Módulo 1 – Brasil Arquitetura e Cao Guimarães (24 de maio a 10 de junho); Módulo 2 – Marcos Acayaba e Nicolás Robbio (21 de junho a 8 de julho); Módulo 3 – MMBB Arquitetos e Gisela Motta / Leandro Lima (19 de julho a 05 de agosto). Os textos curatoriais estão disponibilizados na revista Arquitextos, do portal Vitruvius:

BOGÉA, Marta; GUERRA, Abilio. Algo muito humano além de belo. Exposição Território de Contato, módulo 1: Cao Guimarães e Brasil Arquitetura. Arquitextos, São Paulo, ano 12, n. 144.00, Vitruvius, maio 2012 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/12.144/4365>.

BOGÉA, Marta; GUERRA, Abilio. O desenho e a construção. Território de Contato, módulo 02: Nicolas Robbio e Marcos Acayaba. Arquitextos, São Paulo, ano 14, n. 167.00, Vitruvius, abr. 2014 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/14.167/5184>.

BOGÉA, Marta; GUERRA, Abilio. Paisagens justapostas: colagens. Exposição Território de Contato, módulo 3: MMBB Arquitetos e Gisela Motta & Leandro Lima. Arquitextos, São Paulo, ano 15, n. 175.06, Vitruvius, dez. 2014 <www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/15.175/5382>.

8
O Marieta e sua equipe contam com o apoio de Ana Lucia R M F Costa, Ana Amora, Andrea Pisani Megna Sipoli, Atito Prem, Daniel Martins Rodrigues, David da Silva Junior, Denise Matta, Denise Teixeira, Erika Almenara, Fausto Sombra, Gleisson Arrabal, Guilherme Severo, Helder Lourenzi, Inaie Cardozo, Isabella Hernandes, Jaime Cupertino, Laís Braun Ferreira, Lana Terpins, Larissa Dionisio, Leda Braga, Magaly Corgosinho, Marcelo Consiglio Barbosa, Mariana Schmidt, Marina Dias Teixeira, Marina Frugoli, Matheus de Sousa Santos, Néliane Catarina Simioni, Norma Maria Romano Santos, Patrícia Martins, Paula Nocchi Martins, Paula Sacchetta, Paulo Moritz Kon, Renato Anelli, Ruth Verde Zein, Sandra Rodondi de Godoy, Sergio Kon, Taisa Cristina dos Santos Leonardo, Thomas Goldenstein Leirner, Yadhira Álvarez e Yasmin Abdalla.

comments

082.07
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

082

082.01

Peter Eisenman in loco

Sérgio M. Marques, Mônica L. Bohrer and Lucas Canez M. Marques

082.02 literatura

Milton Hatoum: literatura em tempos de cólera política e pandemia de coronavírus

Abilio Guerra, Augusto Massi and Julia Bussius

082.03

Entrevista com Hernán Díaz Alonso

Sérgio M. Marques, Mônica L. Bohrer and Lucas Canez M. Marques

082.04 hq, música e cinema

Arrigo Barnabé

Abilio Guerra and Silvana Romano Santos

082.05 cidade e sociedade

Erminia Maricato, arquiteta, professora, gestora pública e ativista social

Abilio Guerra, Celso Aparecido Sampaio, João Sette Whitaker and Lizete Maria Rubano

082.06

Processos de diversidade nas práticas projetuais

Oscar Eduardo Preciado Velasquez

newspaper


© 2000–2020 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided