Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

interview ISSN 2175-6708

abstracts

português
Em depoimento a Isabella de Serro Azul, o arquiteto e professor Sidney de Oliveira relata a sua experiência com a pré-fabricação em concreto armado nos projetos realizados em sociedade com o arquiteto professor Eduardo Kneese de Mello.

english
In this interview, the architect professor Sidney de Oliveira relates his experience with the prefabrication in reinforced concrete in the projects carried out in partnership with the architect professor Eduardo Kneese de Mello.

español
En esta entrevista, el arquitecto profesor. Sidney de Oliveira relata su experiencia con la pre-fabricación en concreto armado en los proyectos realizados en sociedad con el Arquitecto profesor Eduardo Kneese de Mello.

how to quote

SERRO AZUL, Isabella Silva de. Sidney de Oliveira. A experiência com a pré-fabricação em concreto armado do sócio de Eduardo Kneese de Mello. Entrevista, São Paulo, ano 20, n. 080.01, Vitruvius, out. 2019 <https://pop.www.vitruvius.com.br/revistas/read/entrevista/20.080/7490>.


Cemitério Vila Paulicéia, São Bernardo do Campo SP, 1969, arquitetos Eduardo Knesse de Mello e Sidney de Oliveira
Imagem divulgação [Acrópole, nº 365, p 24-25, set 1969]

Isabella Silva de Serro Azul: Como foi a experiência de projetar o Cemitério Vila Paulicéia?

Sidney de Oliveira: Nunca me esqueço: um terreno maravilhoso! No filé mignon do terreno fica o cemitério. La é lugar para gente morar e ficou para os mortos. Já que não iam ser cremados, que tal fazer o cemitério com tubos pré-fabricados?

A ideia era essa: um tubo para pôr o caixão dentro. Para o acabamento final, pensamos em uma grade de alumínio vazada, pintada de preto, onde poderia ser colocado o nome da pessoa. Queríamos usar o tubo pré-fabricado mesmo e a empilhadeira colocaria o caixão lá dentro.

Cemitério Vila Paulicéia, São Bernardo do Campo SP, 1969, arquitetos Eduardo Knesse de Mello e Sidney de Oliveira
Imagem divulgação [Acrópole, nº 365, p 24-25, set 1969]

O ossário fizemos protegido com espelho d’água. Quem fosse usar, poderia atravessá-lo para chegar. E conseguimos substituir o muro pelo alambrado.

Não foi fácil de aprovar. Tivemos que ir lá na engenharia sanitária e explicar que antigamente enterravam as pessoas nas criptas das igrejas e nos muros dos conventos.

Cemitério Vila Paulicéia, São Bernardo do Campo SP, 1969, arquitetos Eduardo Knesse de Mello e Sidney de Oliveira
Imagem divulgação [Acrópole, nº 365, p 24-25, set 1969]

comments

080.01 tecnologias construtivas
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

080

newspaper


© 2000–2020 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided