Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

interview ISSN 2175-6708

abstracts

português
Benaminio Servino tem uma maneira pessoal de imaginar o presente, com um vocabulário próprio, feito de memória e desejo. Também de ironia, paródia, caricatura, distopias... Entrevista feita por Sérgio Hespanha e Federico Calabrese.

how to quote

HESPANHA, Sérgio; CALABRESE, Federico. Benaminio Servino. Arquitetura italiana contemporânea: entre o desenho e o projeto. Entrevista, São Paulo, ano 15, n. 059.01, Vitruvius, set. 2014 <https://pop.www.vitruvius.com.br/revistas/read/entrevista/15.059/5329>.


O projeto não busca a invenção

Sérgio Hespanha e Federico Calabrese: Por que o nome Obvius para o livro que acaba de editar/publicar?

Benaminio Servino: A definição de Obvius é: o que se apresenta espontaneamente e facilmente ao pensamento ou à imaginação, como coisa natural, normal, evidente.

De Elementar/Superficial a Natural/Normal/Evidente.

Monumental Need e Obvius são dois livros do mesmo volume. O primeiro trata um tema [A necessidade monumental da paisagem do abandono] de maneira extensa [e com digressões que retornam ao tema]; o segundo sistematiza uma teoria através da composição de fragmentos. Fragmentos de uma autobiografia quase autêntica, quase verdadeira.

SH/FC: Retomando a velha questão da relação forma-função, mas não necessariamente nos termos históricos, como o senhor desenvolve(rá), especificamente junto aos seus alunos, a questão da passagem ou da tradução das necessidades de espaço destinados às práticas da vida (ou o conteúdo ‘social’ do espaço), para as formas que o espaço deva ter, na satisfação dessas necessidades (formas estas a serem elaborados no projeto)?

BS: Sobre o Monumento e sobre a Memória.

A arquitetura constrói simbolos

[Eu / Ego] Desenho monumentos eternos onde você, dentro, pode colocar qualquer função e quando estas funções estiverem desatualizadas você pode mudá-las, mas o monumento permanece.

A forma segue a função leva consigo o funcionalismo - os programas - os organogramas.

A forma segue a ela mesma [e colocamos dento o que você quer]. O monumento é a representação física da memória transfigurada das pessoas. É a memória que as pessoas pensam conservar. Mas, entretanto, já se transformou ...

O monumento vem da memória e a devolve [a memória] assim como se pensava tê-la.

A memória é como a água, toma a forma do recipiente que a contém.

A arquitetura constrói símbolos

Depois

o monumento

se torna um pedaço de você

Um pedaço que você ainda possui, mas que você acha que sempre teve.

Uma arquitetura nunca nasce para uma função. Nasce para definir [determinar fixando os limites] um lugar.

SH/FC: Quando o senhor fala de forma, de seu valor simbólico, o que é esta forma? Esta palavra, mesmo no âmbito das artes e da arquitetura é meio controversa, não?

BS: A forma é associada ao descomprometimento. A autoreferencialidade, a superficialidade. A tradição. A linguagem. Ao solipsismo narcisístico.

SH/FC: O que significa ‘a forma não segue a função, a forma segue ela mesma’? Isto significa que há realmente uma contraposição inconciliável entre programa - como expressão das funções/atividades a serem acomodadas num edifício - e uma possível flexibilidade da forma? Ou quando diz que a forma segue a si mesma o senhor usa de uma metáfora, ou cria um slogan, para referir-se mais exclusivamente à forma e, na verdade, não à função?

BS: Se a arquitetura se modelar sobre a função, sobre o uso previsto pela sua construção, teremos muitas arquiteturas não usadas. Felizmente a arquitetura resiste à função que a gerou.

A forma segue a si mesma

comments

059.01
abstracts
how to quote

languages

original: português

outros: italiano

share

059

newspaper


© 2000–2020 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided