Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

interview ISSN 2175-6708

abstracts

português
O enviado especial do portal Vitruvius na Bienal de Veneza, Adalberto da Silva Retto Júnior, entrevista o curador da exposição brasileira André Corrêa do Lago.

how to quote

RETTO JR., Adalberto. Entrevista com André Corrêa do Lago. Curador do Pavilhão Brasileiro comenta a XIV Bienal de Arquitetura de Veneza. Entrevista, São Paulo, ano 15, n. 058.02, Vitruvius, jun. 2014 <https://pop.www.vitruvius.com.br/revistas/read/entrevista/15.058/5210>.


Conjunto residencial Parque Guinle, Rio de Janeiro, 1946. Arquiteto Lúcio Costa
Foto Nelson Kon

Adalberto da Silva Retto Júnior: A estrutura do percurso arquitetônico foi fisicamente construída a partir de “cobogós” em isopor, com diversas nuances. O que representa os “cobogós” para a arquitetura brasileira?

André Corrêa do Lago: Uma das frases de destaque que colocamos nas paredes é a do Mario Pedrosa de 1953 que explica: "Opinião unânime, a contribuição mais original e significativa do ponto de vista técnico dos arquitetos brasileiros, é a proteção contra o calor (...) variedade de sistemas brise soleil (...) adotados e adaptados em todo o mundo (..) não somente protegem do calor mas ainda podem permitir captar a brisa (...)."

ASRJ: Não seria esse elemento “Fundamental”, do qual poderíamos perpassar a história arquitetônica de um país tropical?

ACL: Sim, é a segunda referência aos "fundamentais" do Rem Koolhaas!

ASRJ: Na última seção do percurso do nosso pavilhão, há um elenco de projetos de arquitetura contemporânea e uma projeção com o trabalho de um dos nossos grandes arquitetos – João Figueiras Lima – o Lelé, recentemente falecido. Não seria o Lelé, que talvez tenha melhor executado o “Elementarismo” arquitetônico no projeto, como proposto na Fundamentals?

ACL: Lelé teve um papel fundamental na nossa arquitetura e só começou a ser reconhecido internacionalmente há pouco tempo. Ele poderia ter recebido o Pritzker, tal é a qualidade, coerência e originalidade de sua obra. Seu trabalho com a pré-fabricação é, de fato, muito ligado à questão dos "fundamentals"!

Hospital Sarah Lago Norte, 2003. Arquiteto João Filgueiras Lima, Lelé
Foto Nelson Kon

comments

058.02
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

058

058.01

Eu vivo numa ilha

Otavio Leonidio

058.03 tecnologia

A forma não importa

Maycon Sedrez and Gabriela Celani

newspaper


© 2000–2020 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided