Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

drops ISSN 2175-6716

abstracts

português
Carlos A. Ferreira Martins, professor do IAU USP, pergunta quem são os verdadeiros avestruzes atuais, que se recusam a ver o que está ocorrendo com o país.

how to quote

MARTINS, Carlos A. Ferreira. Quem são os avestruzes? Ou, me engana que eu gosto. Drops, São Paulo, ano 20, n. 146.03, Vitruvius, nov. 2019 <https://pop.www.vitruvius.com.br/revistas/read/drops/20.146/7532>.



Quem questione a destruição da previdência ou das leis trabalhistas é acusado de ser um avestruz que se nega a ver o desastre das contas públicas.

Esta semana o posto Ipiranga e profeta da capitalização, depois de acusar quem ganha o insuficiente para comer de não ter espírito de poupador, conseguiu a proeza de propor a taxação do seguro-desemprego para “promover o emprego”.

E o patriarca da famiglia amiga dos milicianos acabou de decidir o fim do Seguro DPVAT (1), aquele imposto obrigatório que você pagava junto como IPVA (2) e a taxa de licenciamento. Em 2019 o seu valor para carros particulares foi de R$ 16,21.

E para que servia? Para garantir àqueles motoristas ou vítimas que além de não terem “espírito de poupança” também não tinham “consciência” da importância de fazer seguros privados, a cobertura de eventuais danos pessoais ou materiais.

Fundamentalmente o DPVAT ressarcia o Sistema Único de Saúde – esse que o governo gostaria de abolir – dos custos de tratamentos hospitalares decorrentes de acidentes no trânsito.

Em 2018, o repasse ao SUS foi de 2,1 bilhões de reais. Para cobertura de despesas com acidentes que vão obviamente continuar a acontecer ou, pior, que vão aumentar com medidas como o fim dos radares nas rodovias federais.

Essas despesas agora ficarão na conta do SUS, aquele mesmo sistema para o qual o (des)governo quer retirar a obrigatoriedade de repasses.

A pergunta óbvia é porque essas medidas são tomadas se os prejuízos são tão evidentes. E a única resposta que apareceu na imprensa até agora é que o DPVAT tem entre as suas operadoras a Seguradora Excelsior, controlada por... Luciano Bivar, presidente do quase ex-partido de Bolsonaro.

É isso mesmo, produção?  Um presidente da república (minúsculas inescapáveis) ferra com os motoristas pobres e com o SUS para sacanear um desafeto político?

Antes que alguém lembre que estamos todos no mesmo barco e que é preciso torcer para dar certo, pergunto: quem são, mesmo, os avestruzes?

notas

1
Seguro DPVAT – Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre.

2
IPVA – Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores.

sobre o autor

Carlos A. Ferreira Martins é professor titular do IAU USP São Carlos.

 

comments

146.03 política
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

146

146.01 homenagem

A risada firme de Julio Artigas

Que virou boas memórias de familiares e amigos

Alexandre de Oliveira Périgo

146.02 design

Moema Cavalcanti (1942–)

A mulher na história do design

Ethel Leon

146.04 invídia

Re-encontro...

Com Bruno Zevi

Maria Elisa Costa

146.05 design

Elvira de Almeida (1945-2001)

A mulher na história do design

Ethel Leon

146.06 educação

Back to the past

Carlos A. Ferreira Martins

146.07 design

Emilie Chamie (1927-2000)

A mulher na história do design

Ethel Leon

146.08 homenagem

Nelci Tinem

Um agradecimento póstumo

Luiz Gustavo Sobral Fernandes

146.09 política

Os deuses e o destino

A perseguição como política de Estado

Carlos A. Ferreira Martins

newspaper


© 2000–2020 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided