Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

drops ISSN 2175-6716

abstracts

português
Josep Maria Montaner e Zaida Muxi Martinez, segundo os quais, a tematização dos centros históricos e dos eixos comerciais, é a encenação de processos urbanos, sociais e econômicos muito mais complexos e distantes do que a simples casualidade

english
Josep Maria Montaner and Zaida Muxí's article analyzes the theming of the historic centers and commercial axis, as scenarios of urban, social and economic processes far from the hazard or the apparent "natural" and spontaneous growth

español
Josep María Montaner y Zaida Muxi Matrínez y la tematización de los centros históricos y de los ejes comerciales, es la escenificación de procesos urbanos, sociales y económicos mucho más complejos y distantes de la casualidad, del azar

how to quote

MONTANER, Josep Maria; MUXÍ, Zaida. Vitrines da complexidade. Drops, São Paulo, ano 10, n. 029.06, Vitruvius, nov. 2009 <https://pop.www.vitruvius.com.br/revistas/read/drops/10.029/1814>.


Zona 22@ em Barcelona
Foto Flávio Coddou


A tematização dos centros históricos e dos eixos comerciais, que se repete em todas as grandes cidades, é a encenação de processos urbanos, sociais e econômicos muito mais complexos e distantes da casualidade, do azar ou do aparente crescimento “natural” e espontâneo. Todas estas franquias ocupam também os centros comerciais que se esparramam fora das grandes cidades, tencionando o território de maneira fictícia.

Trata-se de uma perigosa transformação das estruturas produtivas e comerciais. As mesmas empresas produtivas, de serviços e financeiras que se instalam nas novas áreas, como 22@ em Barcelona, são as que estão relacionadas com a indústria hoteleira e comercial que pautam os centros urbanos. Todas estas franquias se baseiam no que poderíamos considerar subsídios encobertos, como a ampliação de portos e de redes de transporte terrestre, para distribuir e fagocitar planetariamente as produções realizadas a milhares de quilômetros de distância. Esta política econômica de grandes armazéns e franquias abandona a possibilidade de regenerar as estruturas comerciais locais, que não podem competir num falso livre mercado com os privilégios impositivos e trabalhistas destas empresas. Inclusive as mesmas tendas de souvenirs e de alimentos “típicos”, em aparência negócios individuais e de poucos recursos, formam partes de redes similares às anteriores; senão como se pode explicar a manutenção de locais tão bem situados e, portanto, de muito alto custo?

Um sistema de produção e consumo que já deixou rastros ecológicos insustentáveis em todo o planeta: desperdícios, escravidão dos trabalhadores e trabalhadoras, desaparição de redes de produção locais, consumo de energias não renováveis, etc. O aumento anunciado do petróleo inviabilizará este consumo de porcarias baseado em seu baixo preço, e que despreza os saberes e singularidades locais. Pagaremos uma vez mais os cidadãos, frente à chantagem da quebra de alguns negócios que são insustentáveis, além do que já pagamos com a destruição dos tecidos produtivos locais?

notas

[tradução felipe contier]

sobre o autor

Josep Maria Montaner é arquiteto doutor e catedrático da Universidade Politécnica da Cataluña. É diretor do programa de Mestrado Laboratório da habitação do século XXI na ETSAB.

Zaida Muxí Martínez é arquiteta doutora, professora e coordenadora da Escola Técnica Superior de Arquitectura de Barcelona e co-diretora junto com Josep Maria Montaner do programa de Mestrado Laboratório da habitação do século XXI na ETSAB.Josep Maria Montaner e Zaida Muxí Martínez, Barcelona Espanha

Palo Alto, reconversão de antigas fábricas em áreas de escritórios em Poble Nou, Barcelona
Foto Flávio Coddou

22@
Foto Flávio Coddou

 

comments

029.06
abstracts
how to quote

languages

original: português

outros: español

share

029

029.01

Rio For Partiers

Somos todos seus coautores

Leo Name

029.02

Jørn Utzon

Metáforas para o cotidiano

Julio Arroyo

029.03

Desafios da acessibilidade

O direito e as pessoas com deficiência

Bianca Santiago do Espírito Santo

029.04

Lições de Santa Catarina

Autoridades, queiram por favor anotar

Álvaro Rodrigues dos Santos

029.05

De Bilbao ao Panamá

Benjamin Barney Caldas

029.07

A invenção reivindicada

Fredy Massad and Alicia Guerrero Yeste

029.08

Rogelio Salmona

Um arquiteto, um mestre

Benjamin Barney Caldas

029.09

Aproximação biomimética

Fredy Massad and Alicia Guerrero Yeste

newspaper


© 2000–2020 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided